Maria Eliane – Câncer de Mama

Saber que você tem câncer pra mim foi muito terrível.

Acredito que entramos num estágio idêntico ao luto. Parecia que eu tinha perdido a pessoa mais amada. E eu acho que é isso mesmo, eu morri naquele dia. Eu senti calor na nuca, um formigamento no pescoço, um pânico, um medo assustador. Entrei em desespero. Não conseguia parar de chorar. Pedi ajuda de uma amiga que foi ao meu encontro.

Os dias seguintes foram terríveis. Não conseguia dormir, nem pensar em outra coisa além do câncer e o medo de não sobreviver. Corri atrás de tratamento. Pedi ajuda. E aos poucos fui nascendo de novo. A cada abraço pegava energias pra crescer na serenidade.

Acreditar que temos chance é mais que importante, é o ar pra nossa vida. Acredite. Confie em Deus, nos médicos, nos amigos. Temos uma única chance: tratar ou não tratar.

Hoje estou na fase das quimios, já fiz cirurgia. Me sinto serena e confiante. Hoje sou outra pessoa, vivo um dia a cada dia. Graças a Deus, graças ao universo, graças a vida. Hoje tivemos a oportunidade de estarmos vivos.

Estou nascendo de novo. Sou outra pessoa. Deus nos abençoe.

 

Comentários