Como resgatar o potencial que existe em você – por Renata Sottero

Quantas vezes você já ouviu alguém dizer que você não utiliza o potencial que tem, ou que você está desperdiçando seu potencial?

Fique tranquilo, você não é único.

O ser humano possui uma enorme capacidade de criação e realização e isso acontece dentro da sua mente. E é aí que mora o perigo! Voltarei a falar sobre isso logo mais.

O dicionário define potencial como: adjetivo relativo a potência; que exprime possibilidade. Força, poder de que se pode dispor.

Em termos práticos potencial representa tudo aquilo que poderíamos fazer, transformar, melhorar.

A grande questão é: Por que as pessoas não utilizam todo o seu potencial?

Consulte não seus medos, mas suas esperanças e seus sonhos. Pense não sobre suas frustrações, mas sobre o seu potencial não realizado. Preocupe-se não com o que você tentou e falhou, mas com o que ainda é possível você fazer.  Papa João XXIII

Algumas pessoas possuem limitações físicas, motoras ou intelectuais que podem impedi-las de realizar algumas coisas, mas não o potencial máximo, visto que este representa, como dito anteriormente, tudo que pode ser melhorado.

 

 Os limites que eu tenho na vida são os que eu coloco em mim.  Nick Vujicic

Um exemplo disso, é o palestrante motivacional Nick Vujicic, que nasceu sem os dois braços e sem as duas pernas e, apesar disso, decidiu que teria uma vida normal. Nick consegue nadar, andar de skate, surfar, jogar golf. Nick se casou e tem filhos.

  O modo como você vê a sua vida e a sua visão é que vão determinar o quão bem sucedido você será.  Nick Vujicic

Segundo Nick, a vida é questão de perspectiva, visão e escolhas. Isto é, como você vê a sua vida e as situações, o que exatamente você vê e o que você decide à partir disso.

Quem é você?

Ter clareza de quem você é neste momento e neste contexto da sua vida é primeiro passo para entender a dinâmica que existe por trás dos acontecimentos da sua vida.

Como você vê a sua vida?

Essa pergunta diz muito sobre a historinha que você conta para você mesmo todos dias ao se levantar da cama. Se essa história fala sobre vitimismo, pode ter certeza que é assim que as pessoas irão lidar com você.  Agora, se ela fala sobre coragem, determinação e persistência, é essa energia que estará presente em tudo o que você faz.

 

Visões eficazes criam contexto, geram propósito e estabelecem significado

Martin Luther King

 

Como você faz as suas escolhas?

Se você costuma comparar banana com maçã, saiba que isso pode não dar muito certo. O ser humano, por natureza, se apega mais àquilo que ele perde, ou deixa de ganhar, do que aquilo que ele efetivamente ganha. Para que as escolhas sejam mais efetivas, é preciso saber o que realmente você deseja, e desta forma, escolher qual se aproxima mais do que você quer, do seu cenário ideal.

Voltando a questão da mente e da grande capacidade de criação e realização que o ser humano possui, o perigo está na forma como utilizamos essa capacidade. Tudo aquilo que acreditamos com sentimento, torna-se uma verdade. E isso pode ser aplicado tanto para o lado positivo, quanto para o negativo.

 

A sua mente te pára?

 

Quais são os medos e as angústias que te impedem de realizar o seu potencial?

 

Medo do sucesso, medo do fracasso, dúvidas, pressões podem ser alguns deles.

O primeiro passo para superar esses medos e desbloquear o potencial é fazer uma reflexão e identificar o que realmente você sente.

Muitas pessoas tem medo do sucesso e nem sabem. Quando temos sucesso, nós “somos vistos”, servimos de modelo para outras pessoas. Elas, por sua vez, esperam um posicionamento e decisões da nossa parte. E isso pode ser assustador! Tendo consciência disso, procure formas de fortalecer e expressar confiança, mantenha sua autoestima elevada. Acredite que você pode brilhar e brilhe!

Lidar com medo do fracasso pode ser mais simples, porém mais trabalhoso. Para isso, você precisará se munir de tudo aquilo que for necessário para que tudo dê certo. Conhecimento, relacionamentos, desenvolver novas habilidades, etc…

Quanto às dúvidas, lembre-se de primeiro saber o que você quer. Senão, de nada adiantará comparar cenários.

E para as pressões, se forem pressões internas, é bom fazer uma análise do quanto isso ajuda ou atrapalha você. Se forem externas, a melhor coisa a fazer é mudar a forma de encará-las, visto que elas não dependem de você. Mas, a forma como você reage a elas, isso sim, depende inteiramente de você.

Tem um exercício que costumo utilizar nos processos de coaching para reconectar o potencial dos meus clientes, é muito simples: basta você fechar os olhos e se lembrar de uma situação que você já viveu (seja na sua infância, adolescência, vida adulta, relacionamento, trabalho, etc.. ) e que você agiu exatamente de forma eficaz para realizar algum objetivo, ou alguma coisa. Lembre-se o quão determinado, forte, seguro você se sentia. Traga essa energia para o seu momento presente. Pense em alguma coisa que possa fazer você se lembrar da forma como utilizou todo o seu potencial, pode ser uma foto, uma música, um objeto. Qualquer coisa que te remeta àquela força que você possui. Deixe sempre ao seu alcance, todos os dias. Quanto mais você reforçar esse sentimento, mais fortalecido se sentirá para realizar todo o seu potencial.

 

Créditos das Imagens: Pixabay.com  

 

Renata Nanô Sottero inspira pessoas e empresas a realizarem seus objetivos mais elevados. É Coach com certificação internacional pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo CAC (Center of Advanced Coaching), palestrante, conectora de workshops e treinamentos e estudiosa na área de desenvolvimento humano. Bacharel em administração de empresas com espacialização em Comércio Exterior. Possui mais de 15 anos de experiência corporativa com vivências internacionais em diversos ramos incluindo varejo e mercado de luxo. www.renatasottero.com.br

 

Comentários